Voltar

Notícias e Eventos

Últimas entradas sobre a nossa atividade

22 janeiro 2019

Cirurgia Pediátrica

A Unidade de Cirurgia Pediátrica ocupa-se do tratamento cirúrgico de doenças que atingem o ser humano, desde o período da vida fetal até o início da idade adulta.
Esta especialidade está disponível todos os dias e conta com uma equipa muito experiente que se dedica diariamente ao bem estar das crianças.

CONSULTAS DIÁRIAS DA ESPECIALIDADE
Depois de ser vista pelo pediatra e se este recomendar a visita da criança ao cirurgião, pode contar com este especialista em horário alargado.

APOIO À URGÊNCIA 24H
Depois de a criança ser atendida pelo Pediatra, e se este assim o entender, há possibilidade de se realizar uma cirurgia de urgência, uma vez que o bloco operatório está disponível 24h / 365 dias.

SALA DE PEQUENA CIRURGIA
Muitos dos procedimentos podem ser feitos em salas de pequena cirurgia, com anestesia local.

BLOCO OPERATÓRIO
Está totalmente equipado. Todos os procedimentos de preparação da criança para a cirurgia procuram reduzir a ansiedade da mesma e dos seus pais.

QUARTOS DO INTERNAMENTO
Os quartos são amplos, com luz natural e com as melhores condições para receber a criança e a sua família.

EQUIPA
Uma equipa de cirurgia pediátrica coesa e única, que trabalha em grupo e em prol do bem-estar das crianças que recebe.

DIFERENCIAÇÃO
Dentro da unidade da cirurgia pediátrica, para além da cirurgia pediátrica geral, temos algumas áreas de especial enfoque, que são:

  • Serviço de reconstrução auricular: destina-se a crianças que nascem sem orelha (microtia) e outras anomalias congénitas ou adquiridas do pavilhão auricular;
  • Anomalias vasculares: os hemangiomas e outras malformações vasculares podem ter consequências na vida de uma criança, não só estéticas;
  • Cirurgia do adolescente: as patologias cirúrgicas mais frequentes no adolescente são o quisto sacrococcígeo, malformações da parede torácica, ginecomastia, aparelho genital masculino e feminino, hiperhidrose palmar/axilar;
  • Anomalias cervicofaciais: podem ser tumores ou quistos da região cervicofacial, anomalias congénitas, entre outras.

Voltar

22 setembro 2020

A consulta de Medicina Geral e Familiar: quando e porquê?

28 agosto 2020

Tratamento regenerador não cirúrgico em Ortopedia: Plasma...

27 agosto 2020

Cirurgia minimamente invasiva nas hérnias